Gestão de saúde corporativa x prevenção de doenças ocupacionais

A incidência de doenças ocupacionais preocupa cada vez mais os profissionais de RH que, muitas vezes, não contam com um sistema de gestão de saúde corporativa, com todos os recursos necessários para avaliar suas causas e melhorar o ambiente de trabalho da empresa.

Devemos lembrar que, de acordo com a lei, toda empresa deve contar com uma equipe responsável pela saúde e segurança do trabalho, sendo ela contratada direta ou terceirizada. Além de zelar pelo capital humano da companhia, uma boa gestão da saúde corporativa pode ajudar a empresa a diminuir o índice de  doenças ocupacionais e minimizar os prejuízos decorrentes do passivo trabalhista.

Isso porque, quando um colaborador é acometido por uma doença ocupacional ou algum acidente de trabalho, a empresa sofre com o absenteísmo, custos relacionados ao tratamento, penalidades tributárias e, muitas vezes, ainda precisa responder por processos jurídicos.

Se você procura reduzir as taxas de incidência de doenças ocupacionais no ambiente corporativo, este post contém algumas dicas para ajudá-lo. Continue a leitura e saiba quais são elas!

Informe aos novos funcionários

Ao chegar em uma nova empresa, o colaborador pode se deparar com uma série de novidades e desempenhar funções com as quais ainda não está familiarizado — por isso, não tem o conhecimento suficiente de atuar de maneira preventiva.

Sendo assim, é muito importante que, logo no primeiro dia de trabalho, ele receba as orientações necessárias quanto à saúde ocupacional e à prevenção de riscos, de acordo com seu cargo e setor.

Isso pode ser realizado através de um adequado programa de treinamento de integração de novos colaboradores.

Realize ações de conscientização

Além do treinamento inicial, é importante que o RH da empresa — por meio das análises de absenteísmo e afastamentos — analise, periodicamente, quais são os pontos críticos e realize ações de intervenção e conscientização a partir desses resultados.

Essas ações podem ser das mais variadas, abordando temas desde orientações posturais até como e por que usar equipamentos de proteção no trabalho.

Supervisione a conduta preventiva dos colaboradores

Oferecer as condições básicas de trabalho e os equipamentos de proteção necessários é obrigação da empresa, pois, sem isso, é impossível assegurar a saúde e a segurança dos funcionários.

Porém, nem sempre os colaboradores entendem a importância de se protegerem adequadamente e fazerem uso das medidas preventivas. Para que eles tenham esses cuidados como um hábito, é importante supervisionar a sua conduta com frequência.

Faça rondas sem avisar, verificando tudo o que pode ser prejudicial a eles, como postura inadequada e ausência de capacetes, protetores de ouvido, óculos, máscaras etc. Se necessário, adverta-os!

Faça pesquisas sobre o clima organizacional

Nem só os problemas físicos de saúde podem acometer seus colaboradores, mas os emocionais também. Os índices de depressão no trabalho aumentam a cada dia e a empresa deve estar atenta a isso, haja vista que os transtornos mentais também podem ter nexo com o trabalho.

Realize pesquisas sobre o clima organizacional a cada seis meses, para saber como está o índice de satisfação dos funcionários com relação ao ambiente organizacional, seus líderes, seus colegas, suas tarefas em si, entre outros aspectos.

Utilize os resultados da pesquisa de maneira estratégica para realizar melhorias e reter seus talentos na empresa.

Tenha um sistema de gestão de saúde eficiente

Contar com um sistema de gestão de saúde corporativa eficiente vai facilitar a sua vida e evitar que casos parecidos tenham tratativas diferentes, o que pode desmotivar muito os colaboradores.

Aproveite todos os recursos que esse sistema pode oferecer, padronize os processos e tenha mais tempo para se dedicar a esse tema, de maneira mais estratégica. Todos sairão ganhando!

Esse artigo sobre doenças ocupacionais foi útil para o seu trabalho e você quer ter acesso a mais posts como esse? Siga nossas páginas nas redes sociais Facebook e Linkedin e fique por dentro das novidades!

Autor

Escreva um comentário

Share This