Por que a sua empresa deveria investir em um seguro de frotas?

Furtos, roubos, acidentes, enfim, são vários os riscos aos quais um veículo está exposto nas ruas de qualquer cidade brasileira.

No caso de empresas que dispõem de diversos carros rodando diariamente, essa ameaça se multiplica na proporção do tamanho da frota.

Hoje, é impensável manter esse patrimônio circulando desprotegido. Por isso, contar com um seguro de frotas é um investimento indispensável. A boa notícia é que o mercado oferece várias opções para esse perfil de cliente.

Confira neste post quais são as principais alternativas e qual a melhor forma de escolher o seguro para manter os veículos da sua empresa amparados.

O que é o seguro de frotas?

O seguro de frotas permite a contratação do seguro para mais de um veículo por um mesmo cliente, seja ele pessoa física ou pessoa jurídica.

No que se refere à cobertura, o funcionamento é idêntico ao plano individual. A única diferença é que em um mesmo contrato são contemplados dois ou mais veículos.

Todas as coberturas disponíveis para o seguro individual podem ser contratadas por meio da apólice coletiva, incluindo as indenizações por danos em acidente, roubo ou furto, seguro aos passageiros, assistência em caso de pane e, também, o ressarcimento aos terceiros.

De olho no mercado de frotas, as seguradoras oferecem alguns diferenciais no que se refere às coberturas adicionais. O objetivo é fidelizar os clientes por meio de benefícios especiais que permitam reduzir riscos ou prejuízos por sinistros em veículos utilizados pelas empresas.

Um exemplo desses benefícios é a cobertura de lucros cessantes pelo período paralisado. Ela garante o pagamento de uma diária ao segurado nos dias em que o veículo sinistrado permanecer impossibilitado de rodar.

Assim, a empresa é indenizada pela quebra no faturamento que seria gerada pelo veículo enquanto ele fica parado.

Como é feita a contratação do seguro de frotas?

Assim como no seguro individual, para frotas a contratação se inicia com a apresentação de uma proposta, que vai originar a apólice propriamente dita.

A diferença está na avaliação do objeto segurado, no caso, um número maior de veículos em um mesmo contrato.

A análise realizada pela seguradora vai influenciar tanto a abrangência da cobertura quanto o preço do seguro. Assim, são consideradas algumas variáveis, como o número e o tipo de veículos, atividade executada, área de circulação, o histórico de sinistros, entre outros.

Porém, diferentemente do seguro simples, no caso das frotas não é necessário especificar o condutor individualmente.

Isso é importante, por exemplo, para empresas com frotas maiores, em que vários colaboradores são habilitados a conduzir os veículos.

O número mínimo de carros necessários para a contratação do seguro de frotas varia de acordo com a seguradora. Com dois carros já é possível encontrar opções no mercado.

Quando o contratante é uma pessoa jurídica, há pacotes que permitem a inclusão na apólice de veículos de empresas subsidiárias e até de funcionários.

Outra diferença no seguro frotas diz respeito à ocorrência do sinistro. Na apólice individual, uma única ocorrência já tem influência no seu valor. Já no coletivo é o desempenho conjunto de todos os veículos que pesa para a variação dos preços.

Quais os tipos de seguros de frotas existentes?

Basicamente, o mercado oferece duas modalidades de seguro de frotas. São elas os grupos de afinidade e as apólices coletivas. Confira as características de cada uma delas.

Grupos de afinidade

No seguro de frotas por grupos de afinidade a contratação pode ser feita por meio de um empregador ou de uma associação legalmente constituída, que represente os empregados de uma empresa ou organização.

Nesse caso, há uma única apólice prevendo todas as coberturas contratadas, mas cada integrante do grupo recebe um certificado individual. Algumas seguradoras aceitam incluir na apólice também os dependentes dos empregados.

Na modalidade de grupos de afinidade também é possível efetuar o pagamento do seguro de diferentes formas. O débito pode ser quitado integralmente pelo empregador, se ele for o contratante ou de forma individual por empregado. Também é possível dividir o pagamento entre ambos.

Apólices coletivas

Essa modalidade destina-se às frotas cujos veículos pertencem à mesma pessoa ou empresa, tanto pessoa física quanto jurídica. Logo, um único CPF ou CNPJ constará na apólice, a cobrança também será unificada e não haverá necessidade de emitir certificados individuais, como nos grupos de afinidade.

As apólices coletivas permitem ao titular incluir novos veículos que venha adquirir ou mesmo alugar durante a vigência do contrato. Basta, para isso, efetuar o pagamento do prêmio individual.

Pessoas jurídicas que contratam o seguro por meio de apólices coletivas podem ainda incluir veículos de diretores da empresa e de suas subsidiárias.

Prestadores de serviços cujos carros rodam exclusivamente para atender ao contratante também podem ser inseridos na apólice.

Quais os cuidados na hora de contratar um seguro de frotas?

Antes de assinar a contratação de uma apólice de seguro de frotas é preciso tomar algumas precauções para proteger a sua empresa. Lembre-se de que você está cuidando de um patrimônio essencial para o seu negócio.

É importante realizar uma comparação de preços entre as corretoras. Algumas delas podem oferecer valores melhores. Outras, uma cobertura mais ampla ou determinados serviços e vantagens mais atraentes para a sua empresa.

Identificada a melhor proposta, verifique se a corretora está devidamente credenciada e autorizada a operar. Você verifica essa informação no site da Superintendência de Seguros Privados (Susep), uma autarquia federal que fiscaliza o setor de seguros.

Se estiver tudo certo, leia atentamente a apólice de seguros. Ela deve discriminar todas as coberturas previstas na proposta inicial. O documento também deve apresentar, de forma clara, todas as exclusões da cobertura.

Se tudo estiver ok, finalmente é hora de assinar a contratação e proteger os veículos de sua empresa. O auxílio de um corretor de seguros pode ser bastante útil em todas as etapas acima, sendo assim, não deixe de contar com ele.

Esses são os principais diferenciais do seguro de frotas, uma medida essencial para proteger os veículos de sua empresa e, também, evitar os prejuízos decorrentes de sinistros. Dessa forma, você não precisará se preocupar com os imprevistos que podem acontecer no futuro.

Gostaria de saber mais sobre o mercado de seguros corporativos, especialmente para empresas de médio e grande porte? Então assine nossa newsletter e receba todas as nossas novidades.

Autor

Escreva um comentário

Share This