Segurança do trabalho: 5 motivos para investir em sua empresa.

Ao contrário do que muitos gestores ainda imaginam, os recursos direcionados à estrutura e às ações voltadas à segurança do trabalho não podem ser classificadas como despesas, mas sim, como investimentos.

A empresa que executa bons processos nessa área pode aferir uma série de benefícios que terão reflexos consideráveis em sua produtividade e em sua competitividade.

Para quem ainda tem dúvidas, vale a pena conferir este post, onde destacamos alguns motivos que devem ser levados em conta na hora de decidir sobre a realização ou não de investimentos em segurança do trabalho. Acompanhe!

Gestão da saúde

Para combater os riscos inerentes à atividade laboral e garantir a integridade dos colaboradores, as empresas desenvolveram, ao longo dos anos, diferentes ações com foco na saúde.

A gestão da Saúde e Segurança no Trabalho (SST) ganhou considerável espaço nas organizações nas últimas décadas. Atualmente, no Brasil, todos os empregadores devem seguir uma série de determinações do Ministério do Trabalho e Emprego referente à saúde dos colaboradores.

Porém, mais do que seguir a legislação, há uma série de motivos que devem ser considerados pelas empresas. Veja alguns deles:

1. Diminuição dos acidentes

Equipes treinadas e conscientizadas para o cumprimento das normas e processos de segurança têm a sua integridade física assegurada. Além da proteção da vida e do bem-estar dos colaboradores, o controle deste indicador é acompanhado de outros benefícios.

O número de afastamentos por motivos médicos, por exemplo, é um fator importante de perda de produtividade, que passa a ser melhor administrado com uma eficiente política de segurança do trabalho.

Além dos acidentes, cabe destacar a redução dos problemas relacionados às doenças ocupacionais, como os distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho (DORT) e também os transtorno mentais.

2. Redução dos gastos

A questão das despesas também é um aspecto importante no que se refere à segurança no trabalho. Tanto pelos custos dos afastamentos, com a necessidade de substituições, por exemplo, quanto no gasto médio com o plano de saúde, que pode ser melhor administrado.

Os processos de trabalho focados na segurança também podem representar menos retrabalho e menor desperdício na linha de produção.

3. Melhoria do ambiente de trabalho

Uma organização que mostra preocupação com a saúde e o bem-estar de seus colaboradores passa a ser melhor avaliada por aqueles que nela trabalham. Isso gera um clima favorável que certamente tem reflexos positivos nos processos de trabalho.

4. Crescimento da produtividade

Com ambiente favorável, saúde em dia e a sensação de pertencimento resultante da preocupação percebida junto à organização, a tendência natural é de que os colaboradores atuem com maior empenho e satisfação.

Essa é um das chaves para se obter a máxima produtividade de cada um, com ganhos evidentes para a competitividade da organização.

5. Melhoria da imagem da empresa

Cada vez mais, fornecedores e parceiros em geral priorizam negócios com empresas que executam as melhores práticas de responsabilidade social. O cuidado com os próprios colaboradores é um processo que pode auxiliar muito para a manutenção de uma imagem positiva da organização frente ao mercado, reforçando a employer branding.

Estes são alguns motivos que devem ser considerados pelas empresas no momento de avaliar a realização de iniciativas de segurança do trabalho. Mais do que garantir o bem-estar de seus colaboradores, a organização está investindo na melhoria de sua produtividade.

Gostaria de conhecer a importância de outras práticas voltadas para o bem-estar dos colaboradores? Então, confira este outro artigo sobre programas de nutrição e combate à obesidade nas empresas.

Autor

Escreva um comentário

Share This